Mitos e verdades sobre o bebê mais negro do mundo revelados, saiba tudo!

Caso intrigou muitos especialistas e acabou tendo toda a verdade exposta na internet. Conheça a verdadeira história. É comum a internet publicar fotos e situações que deixam o leitor vidrado, e por mais absurdo que seja, o fato receba milhões de compartilhamentos.

Algumas são verdade, como, por exemplo, a história do menino que fumava com três anos de idade. Isso, inclusive, é comprovado pelas TVs de todo o mundo.

Outras, de tão mentirosas, se tornam piada, como foi o caso da grávida de Taubaté, que dizia estar grávida de quíntuplos, porém, a apresentadora Cris Flores desmascarou a mulher e trouxe toda a verdade à tona.
Desta vez, foi desvendada a verdade sobre o menino com a maior quantidade de melanina em sua pele.

Loading...

A criança da imagem da matéria foi anunciada como nascida na África do Sul e sendo o #bebê mais negro de todo o planeta.

Além disso, também era citada sua presença no Guiness Book com tal recorde. Mas e hoje, como estaria essa criança mais negra do mundo?

‘Bebê mais negro’ era falso!

Dizem que uma mentira contada muitas vezes acaba virando verdade. E foi o que acontece neste caso, pelo menos por um momento. A foto que circulou nas redes sociais como sendo a do menino mais negro do mundo não passou de uma grande “história para boi dormir”.

E aliás, se você entrou na matéria para saber como está nos tempos atuais o menino com a maior quantidade de melanina na epiderme, você terá reposta: ele continua com o mesmo tamanho, com a mesma cor e do mesmo jeito da foto de seis a oito meses atrás.

E daqui há dez anos continuará do mesmo jeito. Por quê? Simples, ele era apenas um boneco que estava sendo vendido pela internet. Não se sabe se o objetivo de quem lançou a “fake news” nas redes sociais era ampliar a venda dos bonecos, mas se esse era o objetivo, conseguiu sucesso.

Outras farsas pela internet

O site e-farsas é sempre um bom caminho para definir ou pesquisar se uma notícia seria verdadeira ou falsa. Mas, algumas vezes, até mesmo a melhor imprensa do Brasil, como Globo e UOL, comete gafes homéricas. Quer um exemplo?

Lembram na notícia de Andres von Richthofen preso na Cracolândia?

Não foi bem assim.

Ele realmente frequentava a região, mas não se pode afirmar nem mesmo que ele usasse drogas. Ele foi preso distante da Cracolândia original e o que se sabe, ao certo, é que ele está com sérios problemas psicológicos e foi encontrado pulando o muro de uma residência.

Outro que ficou popular foi a grávida de Taubaté, que conseguiu até angariar várias doações e mobilizar o Brasil por uma gravidez de múltiplos. No final, nem mesmo grávida a mulher estava.

E a fatura de cartão de crédito de Luciano Huck que teria supostamente vazado na internet? A história também era falsa, mas ajuda a aguçar a curiosidade entre os internautas.

Veja a matéria do e-farsas sobre o caso do bebê mais negro do mundo;

Loading...